AFRICANO VINDO DA GUINÉ NA AFRICA COM SUSPEITA DE EBOLA E O PRIMEIRO CASO NO BRASIL - Garanhuns Eventos | Notícias e Entretenimento

Ultimas Notícias

Post Top Ad

Banner_anuncie_aqui%2B-0001

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

AFRICANO VINDO DA GUINÉ NA AFRICA COM SUSPEITA DE EBOLA E O PRIMEIRO CASO NO BRASIL



O africano Souleymane Bah, de 47 anos, primeiro caso de paciente com suspeita de ebola no Brasil, chegou ao país no dia 19 de setembro vindo de Guiné, na África Ocidental. O comerciante pediu refúgio às autoridades brasileiras e, de acordo com documento expedido pela Coordenação Geral de Polícia de Imigração, poderá permanecer no país por um ano, quando expira o prazo de validade do documento emitido pela Polícia Federal.
O pedido de refúgio foi feito na delegacia da PF em Dionísio Cerqueira (SC), na fronteira com a Argentina, no dia 23 de setembro. O africano entrou no Brasil pelo Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, depois de fazer escala em Marrocos. O registro no Sistema de Controle de Tráfego Internacional foi feito às 20h38.


EBOLA
Vírus mortal tem sua maior epidemia
últimas notícias sobre o ebola
história da doença misteriosa
perguntas e respostas
áfrica em alerta
De acordo com o documento emitido pela PF, Souleymane não pode ser deportado em virtude de raça, religião, nacionalidade, grupo social ou opinião política. Conforme a Lei 9.474/1997, o documento assegura ao africano os mesmos direitos que qualquer estrangeiro em situação regular no Brasil e deve ser tratado sem discriminação de qualquer natureza.
O paciente chegou ao Rio de Janeiro na manhã desta sexta-feira (10) em um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) e ficará internado no Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), que é referência em doenças infecciosas. Ele estava internado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) II, no bairro Brasília, em Cascavel, no oeste do Paraná.
De acordo com o Ministério da Saúde e a Secretaria de Estado da Saúde do Paraná, a UPA Brasília recebeu o paciente classificado como suspeito de infecção por ebola na quinta-feira (9). O homem, que chegou ao Brasil no dia 19 de setembro vindo da Guiné, com escala em Marrocos, relatou na UPA que na quarta (8) e na manhã desta quinta teve febre.
Até o início da noite de quinta, o africano estava subfebril e não tinha hemorragia, vômitos ou outros sintomas e permanecia em bom estado geral. Apesar disso, ele será mantido em isolamento total até que o diagnóstico seja confirmado. “A doença pelo vírus ebola no começo tem uma manifestação clínica muito inespecífica, ela pode ser qualquer coisa, pode ser uma gripe e não dá para correr o risco”, explicou o infectologista.
saiba mais
Homem com suspeita de ebola está internado em Cascavel, no Paraná
Brasileiro que ajudou infectados com ebola relata dificuldades na África
Ministério da Saúde simula controle de contaminação de ebola no Galeão
O ministério da Saúde destacou que, por estar no 21º dia, limite máximo para o período de incubação da doença, o caso foi considerado suspeito, de acordo com os protocolos internacionais para o ebola. A Guiné é um dos três países que concentram o surto da doença na África.
O ebola só é transmitido por meio do contato com o sangue, tecidos ou fluidos corporais de doentes, ou pelo contato com superfícies e objetos contaminados. O vírus somente é transmitido quando surgem os sintomas.
Nesta sexta, o ministro da Saúde, Arthur Chioro, que coordena a ação nacional, e o secretário de Vigilância em Saúde, Jarbas Barbosa, falarão sobre o caso no Ministério da Saúde.


Fonte: http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2014/10/africano-com-suspeita-de-ebola-pediu-refugio-ao-brasil.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here