EXAMES CLÍNICOS DESCARTAM A SUSPEITA DE EBOLA EM CARUARU - Garanhuns Eventos | Notícias e Entretenimento

Ultimas Notícias

Post Top Ad

Banner_anuncie_aqui%2B-0001

terça-feira, 11 de novembro de 2014

EXAMES CLÍNICOS DESCARTAM A SUSPEITA DE EBOLA EM CARUARU

O protocolo de exames clínicos determinado pelo Ministério da Saúde descartou a suspeita de ebola no homem internado na manhã desta terça-feira (11), em Caruaru, localizado a 134 km do Recife, com sintomas da doença. A informação foi repassada pelo gerente da 4ª Regional de Saúde Estadual, Djair Lima. Segundo ele, nenhum dos critérios determinados nos exames clínicos indicou a presença de ebola no paciente. A suspeita de malária também foi descartada. 

Embora tenha sido descartada a possibilidade de ebola e malária, os médicos ainda não conseguiram identificar tipo de doença do paciente. Ele foi encaminhado para Hospital Oswaldo Cruz, no Recife, referência em infectologia no Estado. A equipe do hospital também é responsável em receber os casos suspeitos de ebola em Pernambuco.   

De acordo com Djair Lima, embora o resultado do exame de sangue coletado do paciente ainda não tenha ficado pronto, o protocolo do Ministério da Saúde garante a segurança da avaliação. O paciente, que visitou a África recentemente, esteve apenas na Guiné Equatorial, que não é considerada área de infestação do vírus ebola.

O homem, que mora em Caruaru e não teve a identidade revelada, apresentou febre e por isso procurou o hospital do município. Uma coletiva de imprensa será realizada ainda nesta terça-feira para dar detalhes sobre o caso. 

EXAMES DE SANGUE - De acordo com o protocolo do Ministério da Saúde, quando uma pessoa chega a uma unidade de saúde apresentando suspeita de ebola, é examinada e passa por duas coletas de sangue. Um dos materiais é enviado de avião para o Laboratório do Instituto Evandro Chagas, em Belém (PA) – único credenciado no País para fazer o teste do ebola. O outro material colhido é utilizado e para exames do tipo sanguíneo e de malária (doenças de sintomas parecidos com o ebola).

Caso seja confirmada o ebola, o paciente será transportado em um avião para o Hospital da Friocruz, no Rio de Janeiro, que ficará responsável em tratar todos os pacientes do País. O mesmo procedimento padrão foi realizado no primeiros e último caso suspeito de ebola detectado no Paraná, no início de outubro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here