Caixa Econômica Federal prevê economizar até R$ 1,5 bilhão por ano, a partir de 2018, com o plano de desligamento voluntário desenhado para este ano - Garanhuns Eventos

ARRAIÁ DO BICHO AVIÕES + MATHEUS E KAUAN

ARRAIÁ DO BICHO AVIÕES + MATHEUS E KAUAN
04 de Junho na Esplanada Mestre Dominguinhos

Caixa Econômica Federal prevê economizar até R$ 1,5 bilhão por ano, a partir de 2018, com o plano de desligamento voluntário desenhado para este ano



A Caixa Econômica Federal prevê economizar até R$ 1,5 bilhão por ano, a partir de 2018, com o plano de demissão voluntária (PDV) desenhado para este ano. A ideia do banco estatal é conseguir o desligamento de 10 mil funcionários, ou quase 10% do total de empregados atual.

O banco ainda negocia com a União, sua controladora, os detalhes do plano. Para incentivar a adesão, a Caixa deve pagar 10 salários extras e garantir o plano de saúde por um tempo que ainda está em discussão — nesse período, se o funcionário reunir condições de se aposentar, o plano de saúde fica pelo resto da vida. O PDV será oferecido a todos os funcionários, e não apenas aos que já puderem se aposentar.

No último ano, a Caixa reduziu o quadro funcional de 100,3 mil para 97 mil. No acumulado de janeiro a dezembro de 2016, o banco gastou R$ 15,6 bilhões com pessoal, ante R$ 14,3 bilhões do mesmo período de 2015, crescimento de 9,2%. O impacto maior no gasto foi com o aumento do salário dos funcionários, definido em convenção coletiva.

Eficiência

O presidente da Caixa, Gilberto Occhi, colocou como principal desafio do banco em 2017 melhorar a eficiência, reduzindo despesas e aumentando a geração de receitas. O banco também monitora o desempenho de 100 agências deficitárias.

A Caixa foi usada nos últimos anos pelo governo do PT como locomotiva do crédito no país, estratégia para impulsionar a atividade econômica. Dessa forma, a instituição conseguiu aumentar a participação no mercado, mas essa expansão do crédito também provocou efeitos colaterais, como o aumento do nível de calotes.

O alto número de agências deficitárias é consequência dessa política. Desde 2010, a Caixa abriu 1.329 agências. A análise da direção do banco é que não se faz mais necessária toda essa estrutura, ainda mais com a mudança dos hábitos dos clientes, que cada vez mais optam pelos serviços pelo computador ou pelo smartphone.

Um empecilho para o fechamento das agências é o fato de as unidades serem usadas para o pagamento de benefícios sociais, como o Bolsa Família, mas a avaliação é de que esse serviço poderia ficar restrito às casas lotéricas. O banco tem atualmente 4,2 mil agências e pontos de atendimento e 25 mil correspondentes Caixa Aqui e Lotéricos.

Para Eduardo Araújo, presidente do Sindicato dos Bancários de Brasília, ligado à Central Única dos Trabalhadores (CUT), o banco terá de contratar novos funcionários para repor esses servidores que aderirem ao PDV, senão haverá prejuízo no atendimento à população. ''As agências da Caixa têm forte atendimento social. Sempre estão cheias, com filas. Ainda mais agora, com o saque das contas inativas do FGTS. Se não houver reposição, vai ficar insuportável'', afirma.

União muda regras de transferência
O governo modificou regras para transferência de recursos da União por meio de convênios e contratos de repasse, com o objetivo de acelerar a execução de obras e retomar projetos parados. Haverá a redução dos valores adiantados pela União no início de cada convênio, o que vai impedir que recursos fiquem parados nas contas de estados e municípios. Também foi facilitada a fiscalização de obras de menor porte, de valores abaixo de R$ 750 mil, e aumentado o controle via internet. As novas regras foram publicadas no Diário Oficial da União e reduz de 50% para 20% o valor que a União repassa antes do início da obras. Determina também que o adiantamento só será feito após a homologação da licitação. Em 2015, o valor parado nas contas dos entes por mais de 180 dias chegou a R$ 4 bilhões.

Acompanhe Garanhuns Eventos no Facebook 

Share on Google Plus

Autor Felipe Santos Nascimento

Felipe Santos Nascimento sou editor,compositor e dono do site dos grandes eventos,sejam todos bem vindos ao site Garanhuns Eventos o site feito pra você que gosta de festas noticias e entretenimento em nossa cidade e região procurando sempre leva informação em primeira mão.

0 comentários:

Postar um comentário

Silvânia & Paulinha + Galã

ICIA

ICIA
Instituto do Cancêr Infantil do Agreste