Foi divulgado a foto do homem que matou com 42 facadas uma menina de sete anos em Petrolina - Garanhuns Eventos | Notícias e Entretenimento

Ultimas Notícias

Post Top Ad

Banner_anuncie_aqui%2B-0001

quinta-feira, 16 de março de 2017

Foi divulgado a foto do homem que matou com 42 facadas uma menina de sete anos em Petrolina


A Secretaria de Defesa Social (SDS) apresentou, nesta quarta-feira, novos elementos da investigação sobre o assassinato da menina Beatriz Angélica Mota, morta com 42 facadas, aos sete anos, no dia 10 de dezembro de 2015, durante uma festa na escola em que estudava em Petrolina, Sertão. A delegada Gleide Ângelo, responsável pelo inquérito, disse que não tem dúvidas sobre a autoria do crime e pede ajuda da população para identificar o suspeito que aparece nas imagens. O Disque-Denúncia vai oferecer R$ 10 mil de recompensa para quem tiver informações sobre a localização do homem.


Na ocasião, o secretário Angelo Gioia também promete apresentar as estatísticas da segurança em Pernambuco. Na tarde de hoje, o banco com dados de fevereiro de 2017 sobre homicídios, crimes violentos contra o patrimônio, violência doméstica e familiar contra a mulher e estupro estará disponível, para consulta pública, no http://www.portaisgoverno.pe.gov.br/web/sds/indicadores-criminais.

Na segunda-feira passada, o governador Paulo Câmara desmentiu a informação extra oficial que estaria circulando no estado, de que Pernambuco teria vivido o final de semana mais violento dos últimos anos, com 80 assassinatos registrados. "Não procede. Os dados oficiais serão divulgados no momento certo. Estamos trabalhando muito para ter um estado seguro. O momento não é fácil. A situação não tá boa. Mas temos a certeza que o trabalho iniciado e que está buscando desarticular o crime organizado, combater o tráfico de drogas, evitar o número de homídios e roubos, está acontecendo. A gente tem certeza que Pernambuco vai reverter os números. Mas é importante não cair nessa onda de boato, como aconteceu no carnaval. Vamos esperar os dados oficiais", ponderou o gestor, quando questionado sobre o assunto, durante a solenidade de descerramento da pedra fundamental da InBetta, fábrica de produtos para utilidades e produtos domésticos e industriais, em Paulista.





Caso Beatriz - Em janeiro passado, após rumores de que um suspeito de envolvimento no assassinato da menina Beatriz teria sido preso, no interior da Bahia, a Polícia Civil de Pernambuco desmentiu as informações. Segundo a polícia pernambucana, policiais baianos prenderam, na cidade de Remanso, a 720 quilômetros de Salvador, um homem suspeito de outros crimes. Eles solicitaram um exame de DNA e comunicaram o fato a Pernambuco. Ficou esclarecido, porém, que o indivídio não tinha características compatíveis com as que foram descritas no retrato falado confeccionando pela polícia pernambucana, dando conta de que o assasino seria um homem negro, magro, de aproximadamente 1,65m e de cabelos crespos. A delegada Gleide Ângelo está em Petrolina tentando resolver esse novo mistério.

Beatriz foi encontrada morta em um depósito da escola. A investigação revelou que durante o evento muitas pessoas avistaram o homem descrito no retrato falado, que vestia uma camiseta verde e calça jeans. As testemunhas disseram tê-lo visto fingir que bebia água no bebedouro onde a criança disse que iria antes de ser assassinada. Nos depoimentos, o suspeito foi descrito como de olhar “assustador e intimidador”. Uma criança ouvida disse ainda que ele teria a chamado para buscar mesas e cadeiras, mas, com medo, ela correu. Até mesmo um funcionário da escola percebeu a presença do desconhecido e ficou no local esperando que outro aluno tomasse água para não deixá-lo sozinho com o homem.

Para chegar ao suspeito, a polícia analisou as imagens internas e externas da escola, incluindo as do evento (feitas por fotógrafos, cinegrafistas profissionais e participantes). Foram analisadas 4.270 fotos oficiais da festa e mais de cinco terabytes de fotos e vídeos cedidos pela população. A faca também foi analisada. No utensílio foi dentificado um perfil de DNA masculino. Quem tiver informações que possam colaborar com a polícia na localização do suspeito deve entrar em contrato através do Disque Denúncia pelo número (87) 3719-4545.


Acompanhe Garanhuns Eventos no Facebook 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here