Investigada na Lava Jato vai recuperar barragem de Garanhuns - Garanhuns Eventos - Fig 2017 | Noticias e Entretenimento

Notícias Entretenimento

Programação completa do FIG 2017

Investigada na Lava Jato vai recuperar barragem de Garanhuns


Investigada na Operação Lava Jato, a Engevix Engenharia foi contratada pelo Governo de Pernambuco para elaborar um projeto de recuperação da Barragem Inhumas, em Garanhuns. A homologação do contrato foi publicada na terça-feira (21) no Diário Oficial do Estado, com um valor de R$ 293,9 mil. O prazo de execução da obra é de 120 dias. Em 2015, o presidente do conselho de administração da Engevix, Cristiano Kok, admitiu o desvio de R$ 7 milhões em um contrato da Refinaria Abreu e Lima, em Suape (foto abaixo). O dinheiro teria sido direcionado ao pagamento do doleiro Alberto Yousseff. 



A Engevix liderava o Consórcio Rnest, responsável pela construção dos prédios administrativos da Abreu e Lima. A empresa abandonou o canteiro em 2015, depois de conquistar na Justiça o direito de romper o contrato, alegando falta de pagamento da Petrobras. Na época, os mais de 700 funcionários dispensados esperaram meses para receber os direitos trabalhistas, que agora, de acordo com o que defende o Sindicato da Construção Pesada de Pernambuco (Sintepav-PE), já foram pagos.
Além da Refinaria Abreu e Lima, a Engevix também é investigada por pagamento de propina nas obras da Usina Nuclear Angra 3, além de ter seu nome citado em um processo que investiga o pagamento de propinas ao ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu.
Questionada sobre a legalidade da contratação e quais garantias foram apresentadas pela empresa para assegurar o adequado investimento do dinheiro público e o cumprimento de suas obrigações, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, contratante da empreiteira, informou por nota que a empresa Engevix Engenharia e Projetos S/A “encontra-se idônea para contratação com o serviço público estadual, conforme o Sistema de Cadastramento Unificado de Fornecedores (SICAF)”. Disse ainda que, “de acordo com o Acordão do Tribunal de Contas da União, não caberia à Secretaria impedir a participação da referida empresa em processos licitatórios, sob pena de infringência legal”.

(Gidi Santos)









                                                                                                                                                                                                                       Acompanhe Garanhuns Eventos no Facebook 

Share on Google Plus

Autor Felipe Santos Nascimento

Felipe Santos Nascimento sou editor,compositor e dono do site dos grandes eventos,sejam todos bem vindos ao site Garanhuns Eventos o site feito pra você que gosta de festas noticias e entretenimento em nossa cidade e região procurando sempre leva informação em primeira mão.
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

ICIA

ICIA
Instituto do Cancêr Infantil do Agreste