A cada 46 horas e registrado em Pernambuco uma ação criminosa contra banco - Garanhuns Eventos | Site de Entretenimento

Ultimas Notícias

Post Top Ad

Banner_anuncie_aqui%2B-0001

quinta-feira, 28 de setembro de 2017

A cada 46 horas e registrado em Pernambuco uma ação criminosa contra banco


Sindicato dos Bancários de Pernambuco divulgou, na manhã desta quarta-feira (27), um balanço da criminalidade contra instituições financeiras em 2017. De janeiro até terça-feira (26), foram registrados 138 explosões, assaltos e arrombamentos em unidades de todas as regiões do estado. Isso significa cerca de 15 casos por mês ou uma ação criminosa a cada 46 horas.
O levantamento mostra que 77 das 184 cidades pernambucanas foram atingidas pela criminalidade. Isso representa 41,8% de todos municípios do estado.
O Recife lidera o ranking da criminalidade contra bancos, com 24 ações criminosas. Em segundo lugar estão Cabo de Santo Agostinho e Olinda, com cinco, cada. Ipojuca, na mesma região, e Caruaru, no Agreste, anotaram quatro.
Por região, o Grande Recife está na liderança das estatísticas. Ao todo, 34,1% das investidas foram registradas nos 14 municípios da área. O Agreste responde por 29% das ocorrências, a Zona da Mata, por 15,9%, e o Sertão, por 21%.

Crimes

Entre os crimes mais registrados estão as explosões de caixas eletrônicos, com 41 ocorrências. Em segundo lugar aparecem os assaltos com explosões de cofre, com 34 casos. Também houve notificação de 22 arrombamentos e 14 ações contra carros-fortes.
Os explosivos foram usados pelas quadrilhas em 63 casos. Os assaltantes estavam armados em 44 ocorrências e utilizaram maçaricos em cinco delas.

Prejuízos

Por causa das investidas registradas este ano, 57 unidades foram fechadas no estado. A Zona da Mata lidera as estatísticas por região: 15.
No Grande Recife são nove. No Agreste, há 14 agências ou postos de atendimento sem poder receber o público. E no sertão, o sindicato notificou 11 unidades com funcionamento prejudicado. Os bandidos atingiram, ainda, oito estabelecimentos que funcionavam como correspondentes bancários, como Correios e lotéricas.

Alerta

Para tentar alertar a sociedade sobre a criminalidade contra os bancos, a entidade vai disponibilizar, a partir de segunda-feira (2), um software chamado ‘Mapa da Violência Bancária em PE’. O interessado poderá se cadastrar no site do sindicato e acessar os números informações.

Fonte: G1












Garanhuns Eventos no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Banner_anuncie_aqui%2B-0001