Vencedores do Grammy Latino 2017 - Garanhuns Eventos | Site de Entretenimento

Ultimas Notícias

Banner_anuncie_aqui%2B-0001

Post Top Ad

Banner_anuncie_aqui%2B-0001

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Vencedores do Grammy Latino 2017

test
Se em 2016 a Academia Latina de Gravação parecia ignorar de propósito o gênero urbano, agora em 2017 o Grammy Latino foi dominado pelo reggaeton e derivados. Mas também, em um ano em que a música latina dominou os charts do mundo todo, nem tinha muito como fugir disso.
O Grammy Latino 2017 foi o Grammy do rap do Residente (ex Calle 13) e do fenômeno Despacito, que levou os prêmios mais importantes do ano: Música do Ano e Gravação do Ano. Mas nem podia ser diferente. Luis Fonsi e Daddy Yankee não apenas redefiniram o cenário da música latina, como da música em geral, em todo mundo. Como dizem por aí, os níveis de sucesso foram redefinidos.
O sucesso de Despacito abriu espaço para a música latina e para dezenas de outros artistas e inverteu uma lógica à qual estávamos habituados. Não são mais os latinos que cantam com os “gringos” para ganharem espaço. Agora são os “gringos” que convidam os latinos para colaborações. É só ver a quantidade (excessiva, diga-se de passagem) de não-latinos que deram o ar de suas graças na festa.
E se o tom político marcou vários discursos (incluindo o do genial Alejandro Sanz), muitas das performances deixaram a desejar. Maluma teve a letra de Felices Los 4 censurada pela Univision, a CNCO cantou uma versão acelerada de Reggaeton Lento.
Despacito dispensou Daddy Yankee e trouxe Victor Manuelle, Diplo e o Bomba Estéreo para uma versão alternativa. Já de Demi Lovato, que era esperada para a estreia de Échame La Culpa, nem sinal. Apenas muitos fãs revoltados nas redes sociais. Assista aqui a performance de Despacito no Grammy Latino.

Conheça os vencedores do Grammy Latino 2017

Personalidade do Ano / Persona del Año
Alejandro Sanz
Álbum do Ano
Salsa Big Band — Rubén Blades com Roberto Delgado & Orquesta
Gravação do Ano
Despacito — Luis Fonsi feat. Daddy Yankee
Canção do Ano (Prêmio aos Compositores)
Despacito — Daddy Yankee, Erika Ender e Luis Fonsi, compositores (Luis Fonsi feat. Daddy Yankee)
Melhor Fusão/Interpretação Urbana
Despacito (Remix) — Luis Fonsi e Daddy Yankee feat. Justin Bieber
Artista Revelação
Vicente Garcia
Melhor álbum de música alternativa
Jei Beibi – Café Tacvba
Melhor canção alternativa
Amárrame — Mon Laferte feat. Juanes
Melhor álbum vocal pop contemporâneo
El Dorado – Shakira
Melhor Álbum Vocal Pop Tradicional
Salón, Lágrimas y Deseo – Lila Downs
Melhor Álbum de Música Urbana
Residente – Residente
Mejor Canção Urbana
Somos Anormales – Residente
Melhor Álbum Pop/Rock
Mis Planes Son Amarte – Juanes
Melhor álbum de rock
La Gran Oscilación – Diamante Eléctrico
Melhor videoclipe
Despacito – Luis Fonsi feat. Daddy Yankee (Direção: Carlos R. Perez)
fonte:msn










Garanhuns Eventos no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Banner_anuncie_aqui%2B-0001