Especial com a Banda Melim na Metropolitana Garanhuns neste sábado 17 de novembro as 20hs - Garanhuns Eventos | Notícias e Entretenimento

Ultimas Notícias

Post Top Ad

Banner_anuncie_aqui%2B-0001

sexta-feira, 16 de novembro de 2018

Especial com a Banda Melim na Metropolitana Garanhuns neste sábado 17 de novembro as 20hs



Neste Sábado 17 de Novembro tem especial Melim na Metropolitana Garanhuns

Quem vê os irmãos Melim tocando juntos - com muito sucesso, diga-se -, deve imaginar que eles cresceram fazendo o maior som, transformando a casa em Niterói (no Rio de Janeiro) em um palco permanente. Errado! Diogo e Rodrigo, que são gêmeos, e a caçula Gabi só se conectaram, musicalmente falando, há pouco tempo. Mas a química deu tão certo que o sucesso foi apenas consequência. Com a mistura temperada de reggae, pop, MPB e influências internacionais, o estilo "good vibe" e o vocal harmonioso do trio conquistou rapidamente uma (fiel) legião de fãs. E esse número promete aumentar mais ainda. É que, depois de lançarem um bem-sucedido EP no final do ano passado, a banda Melim chega agora com um álbum recheado com 16 músicas autorais.

O clima de romance já se faz presente na faixa de abertura, "Meu Abrigo", de versos apaixonados como "Você é a razão da minha felicidade / Não vá dizer que eu não sou sua cara metade". O balanço delicioso dá o tom do que está por vir. Em "Ouvi Dizer", que ganhou um music video, a voz afinadíssima de Gabi conduz a melodia. "A paz se multiplicou / Que bom que você chegou / Pra somar", canta ela. Cheia de suavidade, "Transmissão de Pensamento" mantém o clima amoroso: "Suficiente é pouco / Você é mais que o dobro / Supera todo o meu querer". Com o violão fazendo a cama, e um assobio para pontuar, "Dois Corações" é um dos grandes momentos do trabalho. "Somos pão e padaria / Piano e melodia / Filme e pipoca", diz a letra, que ainda traz o belo verso: "Vi que era amor quando te achei em mim e me perdi em você".
Entre faixas mais dançantes como os reggaes "Confusão" (como frases espertas como "Já me disseram que os opostos se atraem / E eu nem sei se é verdade, mas / Nossas diferenças já se dão tão bem") e "Era Pra Ser Outra Canção" ("Sem teu amor eu vivo na pobreza / Sem teu carinho tudo é incerteza"), eles flertam com o pop de clima anos 80 em "Mergulho no Mar", que poderia muito bem estar no repertório de um Lulu Santos ou de uma Fernanda Abreu. "Tão bom navegar pelo seu sorriso / Até perder o juízo", entoa Gabi. E o desfile de boas composições continua com "Sabe Lá", "Maju" e "Peça Felicidade". Em "Hipnotizou", os irmãos cantam: "Tô jogado aos seus pés tipo Cazuza / Vidrado nos seus olhos de Medusa". Músicas como "Apê", "Viva o Amor", "Uma Lua", "Não Demora" e, claro, o hit "Avião de Papel" (da letra "Vou fazer de um papel um avião / Pra te mandar essa canção de amor") completam a festa.

Com uma voz que passeia com tranquilidade por tantos gêneros, Gabi estreou cantando samba, quando tinha 15 anos. Aos 16, gravou seu primeiro CD, misturando criações próprias com músicas de bambas como Arlindo Cruz. Sem falas nas participações mais que especiais de João Donato e Marcelo D2, que deram aquela força ao trabalho da jovem artista. Já Diogo e Rodrigo demonstraram interesse pelos instrumentos desde muito pequenos. Estudaram violão, guitarra, piano, bateria, gaita e até acordeom, além das aulas de canto. O primeiro palco, claro, acabou sendo o colégio, onde os gêmeos arrebataram os primeiros fãs.

Foi em 2015 que o grande encontro, finalmente, aconteceu. Os três irmãos se juntaram para tocar na Feira Nacional da Música, realizada em Canela (no Rio Grande do Sul). Lá, foram vistos e aplaudidos por artistas, empresários e produtores de todos os cantos do País. E ficaram entusiasmados com a parceria familiar. Tanto que o sobrenome deles pulou da carteira de identidade para batizar a banda. A estreia oficial da Melim aconteceu em rede nacional, no programa "SuperStar", apresentado por Fernanda Lima, no qual bateram recorde com 93% de aprovação.

Ainda na casa dos "20 e poucos", Gabi e os gêmeos já tiveram canções lançadas por nomes importantes como Ivete Sangalo e Luan Santana (no dueto "Zero a Dez", sendo que o sertanejo também registrou "Amor de Interior"), a dupla Jorge e Mateus em parceria com Psirico ("Outras Flores") e o grupo de pagode Sorriso Maroto ("Ela Não é Você"). "A gente curte todo tipo de som.

Agora, é a vez da própria banda Melim marcar seu lugar na linha de frente da música brasileira. Talento, inspiração e carisma, não é nenhuma novidade, os irmãos têm de sobra. Só faltava um álbum para coroar essa trajetória. E ele chega cheio de inspiração, pronto para figurar nas listas de melhores do ano.




Ouça também pelos RadiosNet e Cx Rádio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

As mais lidas da semana