Henrique, da dupla com Juliano, é acusado de sacrifício animal e se justifica; entenda - Garanhuns Eventos - Informação e Entretenimento

Últimas Notícias

quinta-feira, 26 de setembro de 2019

Henrique, da dupla com Juliano, é acusado de sacrifício animal e se justifica; entenda


O cantor Henrique, da dupla com Juliano, se envolveu em um polêmica durante a ExpoPalmas que ocorreu na última quinta-feira (19). Na ocasião, um dos touros de sua fazendo se envolveu em uma briga de animais no curral e acabou fugindo. De acordo com ele, após o ocorrido, ele precisou sacrificar o animal para salvar vídeos.


"Alguns dos nossos animais, touros reprodutores da minha fazenda estavam sendo expostos e comercializados nessa feira. Foi mandado 20 touros. Houve uma briga entre eles, o curral não suportou e um deles fugiu", explicou o cantor em entrevista para o colunista do UOL Leo Dias.

Henrique relatou ainda que foi montado todo um esquema para resgatar um animal, por ele apresentava risco para outras pessoas. "O touro fugiu em direção à rodovia. O local onde aconteceu o evento fica entre duas rodovias muito movimentadas em Palmas. A gente fez de tudo para que esses animais não invadissem a pista para preservar a vida de todo mundo que trafegava ali. A gente tentou capturá-lo, só que não conseguimos. Posteriormente ele invadiu uma propriedade privada, onde tinha um senhor, uma senhora, onde tinha criança ali", contou pata Leo Dias.

Apesar de todo o esforço, Henrique pontuou que precisou sacrificar o animal. "Infelizmente, o nosso animal teve que ser sacrificado até para preservar a vida de todo mundo e para amenizar o sofrimento do touro, que já estava ferido pela briga no curral e pela fuga no parque. O sacrifício, a eutanásia foi feita como orienta o guia de boas práticas em eutanásia animal feito pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária para não causar qualquer tipo de dor ou sofrimento ao animal", disse.


Henrique pontuou ainda que não infringiu nenhum lei ao tomar tal atitude. "Foi uma ação totalmente legítima. Possuo o porte federal de arma de fogo. Comuniquei os fatos à autoridade assim que pude. Era necessário proteger a vida de outras pessoas, de pessoas inocentes e era necessário cessar o sofrimento do animal também".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

As mais lidas da semana