Mileide Mihaile se revolta com Wesley Safadão: 'confiei inteiramente nele' - Garanhuns Eventos | Notícias e Entretenimento

Ultimas Notícias

Post Top Ad

Banner_anuncie_aqui%2B-0001

sexta-feira, 15 de junho de 2018

Mileide Mihaile se revolta com Wesley Safadão: 'confiei inteiramente nele'


Está longe de acabar a história de Mileide Mihaile e Wesley Safadão. A empresária confirmou em entrevista à revista 'Quem' que o cantor pediu a revisão da pensão do filho Yhudy, de 7 anos, e afirmou se sentir 'humilhada' com a situação.
"Fiquei sabendo do pedido quando fui intimada na quarta-feira (6). Ele sempre pagou 10 salários mínimos (algo em torno de 9 mil), mas pagava por fora a escola do nosso filho, que custa R$ 2.600. Só que há 2 meses, ele desconta a escola do nosso filho mais R$1 mil de gasolina do valor total da pensão pois ele simplesmente decidiu assim. Então o valor que fica para o Yhudy é de R$5.400", explicou ela. 

Mileide disse à publicação que o valor é para manter o padrão de vida do filho: "hoje sou digital influencer. O que recebo é incerto. Hoje tenho e amanhã não, não é um valor fixo. O Wesley não pode alegar que eu seja tão bem-sucedida para oferecer ao nosso filho um padrão como o que ele oferece. Eu nem ia brigar por isso, mas só por esse massacre que estou passando, agora vou até o fim. Cheguei no meu limite de humilhação e desprezo. Não fui uma namoradinha dele. Fomos casados por oito anos e meio. Meu filho foi planejado por mim e por ele durante cinco anos! Meu filho não é um acidente para ser excluído dessa maneira".
Ela ainda disse à revista que, quando se separou de Safadão, acreditou no que ele falou a respeito do sustento do filho. "Na verdade, eu confiei inteiramente nele e em tudo o que ele me disse, assinei todos os documentos. Eu nunca fui para a Justiça porque eu tinha uma confiança, uma gratidão e um respeito pelo que tínhamos vivido. Fui assinando e confiando. Nunca faltou nada para mim e para o meu filho. Mas de dois meses para cá ele resolveu diminuir a pensão. Quando ele desconta R$3.600, fica R$5.400. Não paga nem meu supermercado! Sei que muitas famílias vivem com um salário mínimo. Mas faço de tudo para manter o padrão a que meu filho está acostumado. Ele vê um mundo diferente na casa do pai", justificou.

A influenciadora digital também revelou à publicação que sofre quando o filho vai para a casa do pai, que atualmente é casado com Thyane Dantas que, segundo Mileide, foi amante de Wesley quando ela ainda era casada com ele. "Todas as vezes que meu filho vai para lá, nunca consigo me comunicar com ele, não consigo que me atendam. Isso é esmagador para uma mãe! O Wesley não atende o telefone. E mesmo que meu filho peça para falar comigo, eles não me colocam em contato ele. Sou mãe dele! Vejo que é um problema pessoal. Ele ultrapassa o próprio filho para me atingir. É humilhação desnecessária. Nunca falei nada, mas existe um momento em que você precisa gritar. Protegi a imagem dele, que nunca teve consideração. Não sinto mais nada por ele como mulher. Mas sou mãe do filho dele e não quero ver o menino sofrer", contou.
A advogada de Mileide, Olívia Pinto, explicou que o valor de 10 salários mínimos é para cobrir todos os gastos do menino, que incluem colégio, transporte,  babá, comida, roupa e médico, entre outros. "O valor nunca foi suficiente. Pode ser considerado muita coisa para muita gente, mas o menino é filho do Wesley Safadão. O valor não corresponde sequer a 1% do que ele ganha mensalmente. Ele nos surpreendeu com ação para diminuir a pensão alimentícia. Ele quer diminuir para retirar o valor da escola e mil reais gastos com gasolina. Chega ser ofensivo alguém levar em consideração minúcias. Isso não vale nada para ele. Minha cliente conseguiu ter seguidores, mas grande parte do serviço dela é remunerado por trocas de serviço. Ela não tem condição de manter o padrão que o filho merece. E para isso ela contava com o apoio do pai. Quando fomos surpreendidos com o pedido de diminuição da pensão, percebemos que não haveria nenhum tipo de acordo. Como não houve nenhum tipo de acordo e há 2 meses ele vem pagando os 10 salários com os descontos da escola e da gasolina, demos entrada na execução de alimentos sob pena de prisão. Estamos cobrando os valores que ele deixou de pagar nos dois últimos meses. Ele logo mais será intimado para pagar isso", explicou. 
Procurado, Wesley Safadão se pronunciou através de sua assessoria de imprensa. "Wesley Oliveira, por meio de sua assessoria de imprensa, esclarece que entrou com ação de revisão de pensão de seu filho mais velho, Yhudy, pedindo a alteração na forma de pagamento e NÃO a redução da pensão alimentícia, permanecendo inalterado o valor total pago atualmente. O processo corre em segredo de justiça para preservar os envolvidos e principalmente a criança. Desta forma, qualquer manifestação sobre o assunto ocorrerá somente nos autos processuais", disse em nota.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

As mais lidas da semana