Jovem de 26 anos que morreu com sintomas de coronavírus pediu que pessoas ficassem em casa - Garanhuns Eventos - Aqui seu evento é bem divulgado

Últimas Notícias

quarta-feira, 25 de março de 2020

Jovem de 26 anos que morreu com sintomas de coronavírus pediu que pessoas ficassem em casa


Enquanto muita gente insiste na ideia de que o novo coronavírus tem potencial letal apenas contra idosos, a morte de um jovem de apenas 26 anos, com sintomas do Covid-19, acendeu o alerta no Rio. Inicialmente, foi informado que o rapaz possuía bronquite e era fumante, mas isso foi negado por amigos próximos. Ele foi testado apenas no sábado, no Hospital Badim, na Tijuca, horas antes de morrer. Então ainda não há resultado sobre se ele estava ou não com o vírus, mas o caso está sendo investigado pela Secretaria estadual de Saúde.

— Todos os sintomas indicam que ele estava com Covid-19. Ele não tinha problema respiratório, era uma pessoa saudável. A sociedade precisa saber que não é necessário estar no grupo de risco, ter idade avançada ou doenças para morrer — alerta uma pessoa próxima à vítima.

Morador da Zona Norte do Rio, o jovem fez um post (seu último) numa rede social pedindo justamente que as pessoas acatem as medidas de prevenção contra o coronavírus e fiquem em casa.

Segundo um amigo, o rapaz de 26 ano começou a sentir os sintomas no dia 15, quando precisou faltar a um compromisso por causa da febre e da indisposição. Três dias depois, ele procurou atendimento médico pela primeira vez, no Hospital Badim. Lá, teria sido constatado uma pequena mancha no pulmão, mas ele foi orientado a se tratar em casa, isolado, com antibióticos.
No último sábado, porém, o jovem piorou e reclamou principalmente da falta de ar. Ele, então, retornou ao Badim, onde foi encaminhado ao CTI, mas não resistiu. O jovem foi cremado ontem.

Após o caso, conhecidos do rapaz chegaram a afirmar que ele possuía bronquite e problemas de imunidade por trabalhar em eventos noturnos. Mas pessoas próximas rechaçaram as informações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

As mais lidas da semana